terça-feira, 24 de fevereiro de 2009

as minhas folhas de couve




Rafael Bordalo Pinheiro, considerado o maior artista plástico do século XIX, deixou-nos uma obra vasta nas várias áreas que dominou, entre elas a cerâmica.
Algumas das suas peças foram conotadas de "kitch" por alguuns e eu apesar de até há pouco não lhes encontrar grande beleza, hoje gosto particularmente de algumas delas. As minhas folhas de couve são exemplo disso! Guarda-as e uso-as com o maior cuidado.
A partir de agora, por uma razão menos boa, a do possível encerramento da Fábrica Bordalo Pinheiro, muitos de nós despertaremos certamente a nossa curiosidade para a obra do artista e passaremos a conhecê-la melhor.

4 comentários:

Eduardo Miguel disse...

Sem compreender direito como ou por que? vejo varias iniciativas de artistas que incompreencivelmente deixam de produzir por não terem seus trabalhos devidamente reconhecidos e ou valorisados á altura de sua qualidade...
Fica o lamento, protesto e esperança de poder um dia ver o artista e suas obras mais bem varolirados, do Brasil um abraço grande a você Tereza

Eduardo Miguel disse...

- Só passei para deixar beijos e abraços... sabes que lhe gosto muito por isso não posso passar sem falar oi, agora vou! fui.

brikebrok disse...

gosto imenso !

Isabel loves design disse...

Quem sabe agora as suas folhas de couve valerao amis...
A minha irma tem imensas pecas Bordalo que ia buscar directamente a fabrica.